• (11) 3466.5015
  • contato@lmtelecom.com.br

Tempo médio de consumo de TV aumentou 12% nos últimos dez anos

Fonte: TelaViva

Foto - Tempo médio de consumo de TV aumentou 12% nos últimos dez anos

Novos dados levantados pela Kantar IBOPE Media identificam que, apesar das transformações tecnológicas e do avanço de outras plataformas de exibição de conteúdo audiovisual, a televisão segue tendo papel de protagonismo nos hábitos de consumo dos brasileiros: o hábito de assistir à TV regularmente chega a 93% da população nas principais regiões metropolitanas do país.

Para além de ser um hábito recorrente, a televisão gera extensa capacidade de envolvimento do meio. Nos últimos dez anos, por exemplo, o tempo médio de consumo domiciliar de TV passou de 08h18 para 09h17, registrando assim um crescimento de 12% ao mesmo tempo em que a internet performava em ascensão como plataforma de distribuição de conteúdo – o que nos permite concluir, à primeira vista, que o brasileiro não trocou um meio pelo outro, e sim acrescentou as novas plataformas em sua rotina.

Apesar das novas possibilidades na dinâmica do consumo, aqueles que assistem à televisão ainda o fazem em busca das mesmas razões. Segundo o Target Group Index, 71% dos entrevistados afirmaram assistir TV quando querem se informar, enquanto 65% a buscam como forma de entretenimento – ambos os dados se mantiveram estáveis nos últimos cinco anos. A TV, inclusive, segue imprimindo confiabilidade como meio de informação para a população: 56% confiam na TV para se manterem informados. Além disso, entre as pessoas que acessam notícias online, 51% delas o fazem nos sites e/ou aplicativos de canais de TV convencionais – enquanto 42% busca as mídias sociais e outros 29% preferem sites e/ou aplicativos de editoras de jornais.

Por fim, a televisão exerce ainda um papel importante na dinâmica social, para além de entreter e informar os consumidores. O levantamento da Kantar aponta que 51% das pessoas acham que a propaganda na TV é interessante e proporciona assunto para conversas e, entre os que acessam a internet enquanto veem TV, 23% comentam sobre o que assistem nas redes sociais, mostrando mais uma vez como o brasileiro se acostumou a consumir TV e internet de forma simultânea e agregadora.

Outras Publicações

Radiodifusão: Decreto desburocratiza licenciamento de emissoras de Rádio e TV

As principais alterações alteram a etapa de licenciamento, necessária para que as estações de rádio e TV entrem em operaç&atild...

Leia +
COVID-19  Anatel e telecom firmam compromisso para manter Brasil conectado

  O setor de telecomunicações é fundamental para que o Brasil supere a pandemia do coronavírus e reafir...

Leia +
Engenheira da LM Telecom palestra sobre o futuro da cobertura na SET Expo 2019

A Engenheira de Projetos da LM Telecom Fernanda Marinho Magalhães, apresentou sua pesquisa durante a SET Expo 2019 no Painel Acadêmico, com título “Es...

Leia +
Radiodifusores buscam apoio das prefeituras para digitalizar o Brasil profundo

A Abert (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão) está preparando uma cartilha para as prefeituras, do chamado "Brasil p...

Leia +
Aprovada destinação de faixas de frequências de 2,3 GHz e 3,5 GHz

A destinação e o regulamento sobre condições de uso das faixas de radiofrequências de 2,3 GHz e de 3,5 GHz foram deliberadas pelo conselh...

Leia +
Contato

R. São Carlos do Pinhal 696 - Bela Vista São Paulo - SP

11 3466-5022

contato@lmtelecom.com.br

Criado e desenvolvido por Agência Hauze